Políticas Editoriais

Âmbito

A Revista Electrónica de Investigação e Desenvolvimento, publicada pela Universidade Católica de Moçambique, é uma revista científica arbitrada, uma vez que todos os trabalhos (recebidos e solicitados) são objecto de uma revisão de pares. Aceitam-se artigos nas línguas portuguesa, espanhola e inglesa.

De periocidade semestral, publica, principalmente, trabalhos originais de investigação fundamental e aplicada, assim como experiências de inovação (associadas ao desenvolvimento local), relatórios de investigação, ensaios e recensões críticas de publicações recentes, particularmente no contexto do desenvolvimento económico, social, cultural e educativo. O seu principal objectivo é difundir conhecimento especializado que permita contribuir para o desenvolvimento de Moçambique, em geral, e de cada província, região ou comunidade local, em particular. Os seus destinatários, entre outros, são, por um lado, a comunidade científica, tanto no campo das ciências exactas, como das ciências sociais e humanas e, por outro lado, o governo, as organizações não-governamentais e as comunidades locais. A revista encontra-se estruturada em três secções: (a) Monográfico (estudos científicos); (b) Experiências (relatos) de investigação e/ou inovação e (c) recensões (resenhas) críticas. 

 

Políticas de Secção

Artigos

Seleccionado Submissões Abertas Seleccionado Indexado Seleccionado Revisto pelos Pares

Monográfico

Seleccionado Submissões Abertas Seleccionado Indexado Seleccionado Revisto pelos Pares

Miscelânea

Seleccionado Submissões Abertas Seleccionado Indexado Seleccionado Revisto pelos Pares

Resenha

Seleccionado Submissões Abertas Seleccionado Indexado Seleccionado Revisto pelos Pares
 

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

 

Arquivamento

Esta revista utiliza o sistema LOCKSS para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração. Saiba mais...

 

Apresentação da Revista

A Universidade Católica de Moçambique (UCM), sendo uma instituição do ensino superior ainda jovem, tem vindo a investir na qualidade do serviço educativo prestado, procurando inscrever as suas práticas educativas no quadro de uma cultura de investigação orientada para o desenvolvimento de Moçambique.

É neste contexto que a UCM lança, em formato electrónico, a Revista Electrónica de Investigação e Desenvolvimento (REID). Como indica o título, queremos, assim, contribuir para a consolidação de uma cultura académica pautada pelo compromisso de produzir conhecimento científico útil, tanto para os académicos, em particular, como para a sociedade moçambicana, em geral.

O nosso propósito é publicar o conhecimento científico produzido na UCM, mas, ao mesmo tempo, colocá-lo sob o escrutínio da comunidade científica, tanto ao nível nacional, como internacional. Neste sentido, a REID é, também, um espaço de partilha para quem desejar publicar o seu trabalho científico, ainda que, colocando como exigência, a necessidade de enquadrar o seu contributo científico no quadro do desenvolvimento de Moçambique.

Desejo que este projecto tenha muito sucesso e que, reconhecendo e afirmando a nossa identidade católica, possa ser um instrumento cultural capaz de reforçar a excelência da investigação científica e, ao mesmo tempo, possa, também, constituir uma base sustentada para dar respostas aos desafios que hoje se colocam ao nosso país.

 

O Magno Chanceler da UCM

+ Dom Claudio Dalla Zuanna

(Arcebispo da Beira, Moçambique)

 

 

A Revista Electrónica de Investigação e Desenvolvimento (REID), da Universidade Católica de Moçambique (UCM), visa dar resposta à necessidade de publicar o que de melhor se faz em Moçambique, em termos de produção científica.

Publicada no formato electrónico, a REID, desde logo, apresenta-se como sendo uma revista que procura conjugar os contributos científicos, provenientes de vários quadrantes universitários e geográficos. Assume-se, deste modo, como uma revista científica arbitrada, uma vez que os artigos propostos para publicação serão objecto de uma revisão de pares.

A principal exigência que se impõe para os que quiserem publicar na REID é, para além da qualidade científica dos textos apresentados e validados pela sua Comissão Científica, inscrever o seu contributo numa óptica de investigação e desenvolvimento, isto é, que o conhecimento científico produzido procure gerar implicações contextuais em termos do desenvolvimento de Moçambique.

Sendo esta a nossa preocupação central, a vocação específica da REID é, eminentemente, transversal, tanto em matéria de publicação como de temáticas que lhes estão associadas, uma vez que o nosso critério se baseia na articulação “Investigação versus Desenvolvimento.”

Enquanto Reitor da UCM, faço votos para que a REID se possa afirmar, particularmente no território moçambicano, como uma revista de inclusão digital, obedecendo aos critérios de excelência padronizados nacional e internacionalmente.

 

O Magnífico Reitor da UCM 

Prof. Doutor Padre Alberto Ferreira

 

 

 

The Catholic University of Mozambique being a relatively young institution has invested in the quality of educational services it provides by seeking to incorporate its educational practices within a framework of research that focuses on Mozambique’s development.

It is within this context that UCN has launched its journal, The Electronic Journal of Research and Development.  As its name implies, we hope to contribute towards the consolidation of an academic culture committed to producing scientific knowledge that is useful not only for academics but for Mozambican society in general.

Whilst we aim to publish scientific knowledge produced specifically by the Catholic University of Mozambique, we also aim to undergo the scrutiny of the national and international scientific community. In this respect, The Electronic Journal of Research and Development also serves as a space for sharing research output by whoever wishes to publish their work so long as it is relevant to the framework of development in Mozambique.

I wish this project every success and hope that it may become a cultural instrument, recognizably Catholic in character, that will be capable of strengthening the quality of scientific research and simultaneously serve as a sustainable foundation for addressing the challenges that now face our country.

  

The Chancellor, the Catholic University of Mozambique

+ Dom Claudio Dalla Zuanna

(Archbishop of Beira, Mozambique)

 

 

 

The Electronic Journal of Research and Development, published by the Catholic University of Mozambique, aims to address the need to publish the best scientific work in Mozambique.

Publish in electronic format, The Electronic Journal of Research and Development, is a journal which seeks to link together scientific contributions that come from various universities from a wide range of countries. The Journal is by nature independent and supports this stance by publishing only works that have been subject to peer review.

The principal condition for having work published in The Electronic Journal of Research and Development, aside from meeting the standards of the Editorial Board, is that the work should be research which is undertaken within the context of development in Mozambique

As research in relation to development is our central focus, The Electronic Journal of Research and Development is dedicated to a truly cross-disciplinary approach both in terms of material published and in terms of associated themes.

Speaking as the Rector of the Catholic University of Mozambique, I wish The Electronic Journal of Research and Development every success in its endeavour to be, particularly within Mozambique, an inclusive digital journal that ascribes to the highest national and international standards of research.

 

The Rector, The Catholic University of Mozambique

Prof. Padre Alberto Ferreira, PhD

 

Missão, natureza e conteúdo

Revista Electrónica de Investigação e Desenvolvimento, publicada pela Universidade Católica de Moçambique, é uma revista científica arbitrada, uma vez que todos os trabalhos (recebidos e solicitados) são objecto de uma revisão de pares. Aceitam-se artigos nas línguas portuguesa, espanhola e inglesa.

De periocidade semestral, publica, principalmente, trabalhos originais de investigação fundamental e aplicada, assim como experiências de inovação (associadas ao desenvolvimento local), relatórios de investigação, ensaios e recensões críticas de publicações recentes, particularmente no contexto do desenvolvimento económico, social, cultural e educativo. O seu principal objectivo é difundir conhecimento especializado que permita contribuir para o desenvolvimento de Moçambique, em geral, e de cada província, região ou comunidade local, em particular. Os seus destinatários, entre outros, são, por um lado, a comunidade científica, tanto no campo das ciências exactas, como das ciências sociais e humanas e, por outro lado, o governo, as organizações não-governamentais e as comunidades locais. A revista encontra-se estruturada em três secções:

  • (a) Monográfico (estudos científicos);
  • (b) Experiências (relatos) de investigação e/ou inovação e
  • (c) recensões (resenhas) críticas. 

 

REID Comité Científico

Director: Prof. Doutor Pe. Alberto Ferreira

Sub - Director: Prof. Doutor Ibraimo Hassane Mussagy

Editor - Chefe: Prof. Nelson Amade


Conselho Editorial:

  • David Ucama (Universidade Católica de Moçambique, Moçambique)
  • Fernando Canastra (Universidade Católica de Moçambique, Moçambique)
  • Frans Haanstra (Universidade Católica de Moçambique, Moçambique)
  • Ibraimo Mussagy (Universidade Católica de Moçambique, Moçambique)
  • João Abílio Lázaro (Universidade Católica de Moçambique, Moçambique)
  • Paulo Mamunambozi (Universidade Católica de Moçambique, Moçambique)
  • Simone Mura (Universidade Católica de Moçambique)

Comité Científico:

  • Adolph Chikasha (Zimbabwe Open University, Zimbabwe)
  • Adriaan Hofman (University of Groningen, Holanda)
  • Alberto Ferreira (Universidade Católica de Moçambique, Moçambique)
  • Albertina Barbito (Universidade Católica de Moçambique, Moçambique)
  • Alfândega Manjoro (Universidade Católica de Moçambique, Moçambique)
  • Alfredo Manhiça (Universidade Católica de Moçambique)
  • Alice Nhamposse (Universidade Católica de Moçambique)
  • Amalia Dickie Malidadi (Universidade Católica de Moçambique)
  • Ana Paula Nogueira (Universidade Jean Piaget de Moçambique, Moçambique)
  • Arlindo Sitóe (Universidade Eduardo Mondlane, Moçambique)
  • Armindo Tambo (Universidade Católica de Moçambique)
  • Bonifácio Piedade (Universidade Católica de Moçambique, Moçambique)
  • Carla Oliveira (Universidade Aberta, Portugal)
  • Carlos Castel-Branco (Instituto de Estudos Sociais e Económicos, Moçambique)
  • Claudio Dalla Zuanna (Universidade Católica de Moçambique, Moçambique)
  • Cristóvão Francisco Anselmo (Universidade Católica de Moçambique)
  • Elisabete Azevedo-Harman (Universidade Católica de Moçambique, Moçambique)
  • Everton Luis Sanches (Claretiano, Centro Universitário - Brasil)
  • Gaetano Sabatini (Università degli Studi Roma TRE, Itália)
  • Geraldo Caliman (Universidade Católica de Brasília, Brasil)
  • Fátima Lobo (Universidade Católica Portuguesa, Portugal)
  • Fernando Canastra (Universidade Católica de Moçambique)
  • Fernão Massena (Universidade Católica de Moçambique, Moçambique)
  • Firmino Mucavele (Universidade Eduardo Mondlane, Moçambique)
  • Hemma Tengler (Universidade Católica de Moçambique, Moçambique)
  • Hermano Carmo (Universidade Técnica de Lisboa, Portugal)
  • Ibraimo Mussagy (Universidade Católica de Moçambique)
  • Isabel Baptista (Universidade Católica Portuguesa, Portugal)
  • Jan Folkert Deinum (University of Groningen, Holanda)
  • Jorge Bacelar Gouveia (Universidade Nova de Lisboa, Portugal)
  • Kajal Chhaganlal (Universidade Católica de Moçambique)
  • Joaquim Azevedo (Universidade Católica Portuguesa, Portugal)
  • Jerónimo Cahinga (Universidade Católica de Angola, Angola)
  • Josje van der Linden (University of Groningen, Holanda)
  • José Lagarto (Universidade Católica Portuguesa, Portugal)
  • José Matias Alves (Universidade Católica Portuguesa, Portugal)
  • Luís Mah (CEsA, Instituto Superior de Economia e Gestão, Portugal)
  • Mahomed Nazir Ibraimo (Universidade Católica de Moçambique
  • Marco Painho (Instituto Superior de Estatística e Gestão de Informação, Portugal)
  • María Isabel Larrauri (Universidad Católica de Cuyo, Argentina)
  • Martins Dos Santos Vilanculos Laita (Universidade Católica de Moçambique, Moçambique)
  • Miguel Filipe Silva (Centro de Estudos Africanos da Universidade do Porto, Portugal)
  • Miguel Moto (Centro de Estudos Africanos da Universidade Eduardo Mondlane, Moçambique)
  • Miguel Pestana de Vasconcelos (Universidade do Porto, Portugal)
  • Natália Bolacha (Universidade Católica de Moçambique, Moçambique)
  • Paloma Bescansa Miquel (Universidad Pública de Navarra, Espanha)
  • Prisla Calvetti (Unilasalle - Canoas/RS, Brasil)