O Desenvolvimento Industrial e as Políticas Económicas: evidência para o caso de Moçambique

Aurélio Floriano

Resumo


A indústria é um sector fundamental para o desenvolvimento económico. Nesse sentido, afigura-se necessário promover uma política industrial activa e adequada às necessidades e características dos países. No actual contexto de crescimento da economia extractiva em Moçambique, o desafio de transição da indústria extractiva para um processo de industrialização amplo impõe uma reflexão sobre a condução da política de desenvolvimento industrial, tendo em conta um passado recente de desindustrialização africana induzida por políticas económicas inadequadas. A crise africana do final dos anos 70 e princípios de 80, resultou em parte de uma política económica pouco eficiente, relacionada com a excessiva intervenção do Estado na economia, mas a que a substitui, geralmente associada as políticas de estabilização e ajustamento estrutural e ao liberalismo dos anos 80 e 90, revelou-se incapaz de transformar a estrutura industrial de forma bem-sucedida. De facto, verifica-se em muitos países, um fenómeno inverso, com estagnação ou mesmo de desindustrialização, que não pode ser dissociado do impacto das políticas económicas utilizadas. A discussão dessas políticas, seus constrangimentos e limitações são por isso objecto central desta análise.

Palavras-chave: indústria, teoria económica, política económica, políticas de estabilização e ajustamento estrutural, desindustrialização.

Abstract The industry sector is fundamental to economic development. For this reason, it is necessary to promote an industrial policy which is pro-active and tailored to the needs and characteristics of the country. Within the context of the growth of the extractive economy in Moçambique, the current challenge of transitioning from an extractive economy to a process of wide-scale industrialization requires a careful analysis of the management of an industrial development policy taking into account the recent de-industrialization of Africa caused by inappropriate economic policies.  The African crises that occurred at the end of the 70’s and early 80’s resulted to some extent in inefficient economic policies related to excessive government intervention. However, alternative policies, generally associated with stabilization programs and structural adjustment, were not able to successfully transform the industrial sector either. In fact, in many countries, the impact of such polices had the inverse effect of provoking stagnation and even de-industrialization.  A discussion of these policies and their constraints and limitations is therefore central to this analysis.

 Key words: industry, economic theory, policy making, structural adjustment, de-industrialization


Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.