ANÁLISE DA DINÂMICA DO ÍNDICE DE VEGETAÇÃO POR DIFERENÇA NORMALIZADA (NDVI), DOS ASPECTOS ECONÔMICOS E SUAS RELAÇÕES COM A DESERTIFICAÇÃO/DEGRADAÇÃO AMBIENTAL EM CASTELO DO PIAUÍ, PIAUÍ, BRASIL

Francílio de Amorim dos Santos, Cláudia Maria Sabóia de Aquino

Resumo


A presente pesquisa analisou a cobertura vegetal em Castelo do Piauí, através do Índice de Vegetação por Diferença normalizada (NDVI) e os aspectos econômicos, relacionando-os aos processos de desertificação/degradação na área de estudo. Os resultados do NDVI indicam que de 1985 para 1999 desapareceu a classe Alta de maior proteção das terras e de 1999 para 2014 houve supressão das duas classes de maior proteção das terras. O NDVI permitiu identificar que a classe Solo Exposto foi reduzida em 52,4% de 1989 para 2014, evidenciando uma possível sucessão ecológica, posto que a classe Baixa aumentou em 79,1%, de 1989 para 2014 e a classe Moderadamente Baixa apontou aumento de 81,3% de 1989 para 2014. A classe Moderada de 1989 para 2014 foi reduzida em 99,3%. Em geral, as classes de maior proteção vegetal apresentaram significativas perdas de 1989 para 2014, em Castelo do Piauí. Acredita-se que tais alterações resultam da expansão dos cultivos temporários, que aumentaram em 41,7%, do aumento dos rebanhos bovino e caprino e ainda devido ao aumento da extração vegetal para produção de carvão vegetal e lenha,  com consequente redução da proteção das terras por parte da cobertura vegetal. Diante do exposto são necessárias medidas no sentido de orientar formas adequadas do uso das terras, posto que a supressão da cobertura vegetal coaduna com uma série de danos ambientais, quer aos solos, aos recursos hídricos, as temperaturas, enfim à qualidade de vida das populações, em especial das áreas suscetíveis à desertificação a exemplo do município objeto deste estudo.

Palavras-chave: Área suscetível à desertificação, índice de vegetação, sensoriamento remoto.

Abstract
This research examined the vegetation cover in Castelo do Piauí, through the Vegetation Index (NDVI) and the economic aspects, relating them to the processes of desertification/degradation in the study area. The NDVI results indicate that from 1985 to 1999 disappeared High class greater protection of land from and 1999 to 2014 there was suppression of the two greater protection of land classes. The NDVI identified the Exposed Soil class was reduced by 52.4% from 1989 to 2014, showing a possible ecological succession, since the Low class increased by 79.1% from 1989 to 2014, the Moderately Low class showed an increase by 81.3% from 1989 to 2014. The Moderate, class from 1989 to 2014 was reduced by 99.3%. Broadly the higher plant protection classes showed significant losses from 1989 to 2014 in Castelo do Piauí. These changes are believed to result from the expansion of temporary crops, which increased by 41.7%, the increase of cattle and goats herds and due to increased extraction plant for the production of charcoal and firewood, with consequent reduction protecting the lands by the vegetation. Given the above, it is necessary steps to guide appropriate forms of land use, since the removal of vegetation cover in line with a series of environmental damage, either to soils, water resources, temperatures finally the quality of life of populations, especially the areas susceptible to desertification like the city object of this study.

Keywords: Susceptible area desertification, vegetation index, remote sensing.


Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.