Estratégias de Comunicação utilizadas em Escolas Secundárias para combate da Gravidez Indesejada na Adolescência

Longo Chuva, Nelson Ribeiro

Autores

  • Universidade Católica de Moçambique

Palavras-chave:

Adolescente, gravidez indesejada, estratégias, comunicação

Resumo

As gravidezes indesejadas representam um dos problemas do desenvolvimento em muitos países. Em Moçambique, um dos principais motivos do número de adolescentes, especialmente do sexo feminino (em cada 10 raparigas ingressam no ensino primário, apenas 1.5% chegam ao ensino secundário), que abandonam a escola, está associado a uma gravidez indesejada. A UNFPA (2013) refere que anualmente, registam-se cerca de 9.300 casos. Perante a realidade, sugere-se, no presente, analisar as estratégias de comunicação utilizadas em campanhas destinadas à redução de gravidez na adolescência. A pesquisa espelha os resultados da Tese em Ciências da Comunicação.  Assim sendo, a abordagem metodológica que sustenta o atual trabalho é mista, composta por um inquérito por questionário, entrevista e analise documental como técnicas de colheita de dados. Para o efeito, teve-se como referência a Escola Secundária de Tete, situada na capital da província do mesmo nome, na zona centro do país. Os dados colhidos revelam que as campanhas produzidas para combate de gravidezes indesejadas em adolescentes, ao nível das Escolas Secundárias de Tete, são significativamente pouco representativas do ponto de vista de conteúdo e veículos utilizados para a sua difusão, sendo que têm um impacto menor na influência do comportamento das adolescentes. 

Ficheiros Adicionais

Publicado

10-11-2022

Artigos Similares

1 2 3 4 > >> 

Também poderá iniciar uma pesquisa avançada de similaridade para este artigo.

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor(es)

<< < 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 > >>