Turismo e Olaria: reflexão em torno das potencialidades de Caldas Novas, Goiás – Brasil

Jean Santos

Autores

  • Universidade Católica de Moçambique

Palavras-chave:

Água termal, olaria, região turística, património turístico

Resumo

As discussões acerca do património oleiro na região turística de águas termais de Caldas Novas (interior de Goiás, Brasil), ainda que timidamente, vêm ocorrendo, ao nível da investigação e ensino, com mais precisão, desde as primeiras décadas do século XXI, integrando assim, o âmbito mais alargado de um movimento de defesa do património cultural regional. Nesse entremeio, o presente artigo de origem exploratória almeja ressaltar algumas reflexões sobre a produção espacial oleira e seu património, tendo como destaque, a trajectória, características da construção e organização do estilo de vida e trabalho do povo. Dentro desse debate, a pesquisa tem como ponto de partida, caracterizar a região turística das águas termais; apresentar as discussões sobre o conceito “património” e estabelecer um paralelo entre aquele e a realidade histórica, geográfica e afins. Como resultado, observou-se que as práticas socioculturais e políticas públicas inseridas nos lugares, nos espaços, nos territórios e na região poderão reinventar as formas de uso do património oleiro, termal, bem como de outras particularidades responsáveis por construir e organizar o espaço, de forma a se tornarem potenciais atractivos turísticos para promover um crescimento económico sustentável na região.

Ficheiros Adicionais

Publicado

10-11-2022

Artigos Similares

1 2 > >> 

Também poderá iniciar uma pesquisa avançada de similaridade para este artigo.

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor(es)

<< < 12 13 14 15 16 17 18 19 > >>